Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


English BIO

15.12.14

Margarida Rebelo Pinto is Portugal’s current best-selling author. All of her 11 published novels and four 7 stories books became hits selling 1.5 MILLION copies in a market with a population of ten million.

Her style is comparable to Nick Hornby, and she has become an icon in Portuguese society, respected as an opinion leader and considered a national celebrity.

 

Margarida Rebelo Pinto’s writing is witty and fluent, easy to read and yet showing different levels of understanding. Her intuitive analysis of behaviour and relationships between men and women told in stories reverberate with the common reader. This is the main reason for a big phenomenon of empathy, making her the most successful novelist of her generation and giving a boost to the book market in Portugal.

 

Margarida Rebelo Pinto was born in Lisbon in June 1965. She received her Master’s degree in Modern Literature at the University of Lisbon. She has been in the press for the last 25 years as a columnist and became a symbol of her generation. She´s also wrote for Elle, Cosmopolitan, Marie Claire, Spanish Vogue, Spanish GQ, in addition to many national newspapers. She was a TV reporter for RTP and presented two talks shows, Rosa Choque, for TVI, and Noites Marcianas, for SIC. Now she´s has her own regular place as a behaviour analyst at the SIC Mulher Channel

She has been signing weekly and monthly columns for the last 25 years in Maxim, Jornal de Notícias, Reader’s Digest and recently on the newspaper SOL. Nowadays she sign a weekly column at the news magazine Flash called Let's Talk about Love

 

Her first best seller Sei Lá won the Fnac Literary National Award in 2000. She is also the author of two stage plays and two film scripts; one of them is the adaptation of her first novel SEI LA t into the screen by the portuguese director Joaquim Leitãohat was released by April 2014 that turned out to be a success at the the ticket office

 

After her first best seller, Margarida Rebelo Pinto published 10 more novels, 7 short story books and 2 children’s books.

Her children book's rights royalties are totally .donnated to ACREDITAR  a e fondation who provides housing and support for families with children suffreing from cancer.

 

Since her fisrt novel  Sei Lá  that went straight to number 1 on the national many other follow the same track. TNothing Happens by Chance, A Bird’s Soul, I’m in Love with a Pop Star, People Like Us and The Journal of your Absence, sof portugal, The Day I Forgot You  all over the last years.

By 2011 she merged into a new adventuer by pulishing her first historical Novel My Dearest Ines, the compelling saga of a noble spanish lady who captured the herited prince's heart and whose brothers and entourage represented a serious trheat to the indipendence of Portugal. The tragic execution ordered Inês orded by hisfather in law made her the Most Iconic Romantic Myth of the History of Portugal.

The novel is considered by many readers the deepest and mos thriling among Margarida's work.

 

Margarida Rebelo Pinto became a portrait and a messenger for her own generation. She was named one of the 25 most influent women in Portuguese contemporary society by the news magazine Grande Reportagem.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Bio

05.11.14

Nascida em Lisboa em 1965, Margarida Rebelo Pinto revelou desde cedo uma enorme paixão pela escrita. Licenciou-se em Línguas e Literaturas Modernas na Universidade Clássica, mas antes de terminar o curso iniciou a sua actividade como copywriter em agências de publicidade com 21 anos e como cronista na Imprensa escrita aos 22 anos no jornal ‘O Independente” e mais tarde “Sete”, “Marie Claire”, "Olá Semanário" e “Diário de Notícias”.

Foi repórter do Canal 1 da RTP no início da década de 90 e nunca mais deixou de colaborar regularmente na imprensa portuguesa, em publicações onde manteve crónicas durante vários anos como "Jornal de Notícias", revista "Máxima", "Seleções" do "Readers Digest", Revista "Maxmen", "Egoísta" e "Cosmopolitan"

O primeiro romance de Margarida Rebelo Pinto, "Sei Lá", não foi propriamente o seu baptismo na escrita. A autora juntou aos ingredientes de saber estar nos sítios certos, à hora certa e com os amigos necessários, uma história que concretizou na sua cabeça, dando-lhe então em Março de 1999 a forma em livro. Nesse mesmo ano, foi vencedora do prémio literário Fnac 1999, tendo a obra já superado os 280 mil exemplares vendidos. Seguiram-se outros best- sellers como "Não Há Coincidências", "Alma de Pássaro", "I’m in Love With a Pop Star" e "Pessoas como Nós".

Com este conjuntos de obras que são como um espelho da sociedade portuguesa actual, a autora abordou a escrita de uma forma simples e acessível, criando com os leitores um fenómeno de identificação que a tornou muito popular e a colocou como a mais conhecida precursora da nova literatura urbana

A publicações dos romances foi sendo intercalada com a de livros de crónicas e de mini-ficções - "Crónicas da Margarida", "Artista de Circo", "Nazarenas e Matrioskas", "Onde Reside o Amor", "Vou Contar-te um Segredo", "A Minha Casa é o Teu Coração", e mais recentemente, "Há Sempre Uma Primeira Vez". Estes livros constituem compilações dos seu trabalho publicado na imprensa ao longo de mais de 25 anos em diversas publicações e revelam a versatilidade da autora tanto como contadora de histórias como em observadora da condição humana.

Margarida gosta de explorar outros géneros literários, como as cartas de amor, nos quais se incluem outros best-sellers de grande sucesso como "Diário da Tua Ausência", “ O Dia em que te Esqueci” e “ O Amor é Outra Coisa”. Este último combina uma carta de despedida com uma fábula para adultos

Outro género literário que apaixona a escritora é o histórico. Em 2011 publicou "Minha Querida Inês", um relato apaixonante sobre os últimos dias de vida de Inês de Castro, a maior heroína romântica da Historia de Portugal, que constitui mais um enorme sucesso de vendas.

A sua obra literária está publicada no Brasil, Espanha, França, Holanda, Bélgica, Itália e América Latina.

Foi autora de dois livros infantis cujos direitos de venda reverteram para a Associação Acreditar: "A Rapariga que Perdeu o Coração" e "Gugui, o Dragão Azul".

Paralelamente à escrita, Margarida dedicou-se também ao guionismo, sendo a autora do telefilme da SIC "Um passeio no parque" (2000) e do guião do seu primeiro romance “Sei Lá” que chegou ao cinema em 2014 realizado por Joaquim leitão.

A escritora tem sempre mais ideias e projectos do que tempo para os realizar, por isso escreve todas os dias de segunda a sexta e gosta de escrever em viagem.

É divorciada, vive em Lisboa, é mãe de um rapaz com 19 anos e faz ginástica quatro vezes por semana. Gosta de escrever em qualquer lado, por isso anda sempre com um pequeno caderno. Diz que são as historias que a apanham e que quase todos os seres humanos podem dar boas personagens.

Os Milagres Acontecem Devagar é o seu 11º Romance e 20º livro

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Seguir no SAPO

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D